Aconteceu!

LOJA DO CARREFOUR EM BRASÍLIA É PALCO DE PROTESTO POR MORTE DE HOMEM NEGRO

 


Manifestantes protestaram nesta 6ª feira (20.nov.2020) em uma unidade do Carrefour localizada na Asa Sul, em Brasília, por conta da morte de 1 homem negro que foi espancado e morto na noite dessa 5ª feira (19.nov.2020) por 2 homens brancos em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi agredido em uma unidade da rede em Porto Alegre. O homicídio ocorreu na véspera do Dia da Consciência Negra, celebrado nesta 6ª feira (20.nov.2020).

As imagens da agressão de João Alberto Silveira Freitas foram gravadas e circulam nas redes sociais.

Os 2 suspeitos, 1 homem de 24 anos e outro de 30 anos, foram presos em flagrante. Um deles é policial militar e foi levado para 1 presídio militar. O outro é segurança da loja e está em 1 prédio da Polícia Civil. A investigação trata o crime como homicídio qualificado.

O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Porto Alegre. A polícia vai analisar as imagens do vídeo postado nas redes sociais e também de câmeras de segurança do local.

O Carrefour informou, em nota, que lamenta profundamente o caso, que iniciou rigorosa apuração interna e tomou providências para que os responsáveis sejam punidos legalmente. A rede de supermercados, que atribuiu a agressão a seguranças, também chamou o ato de criminoso e anunciou o rompimento do contrato com a empresa que responde pelos agressores.

No ato em Brasília, os manifestantes protestaram em frente a uma unidade do supermercado, depois entraram no local.


Poder360*

Nenhum comentário