últimas

MATERNIDADE SOFRE INCÊNDIO E BEBÊ MORRE DURANTE TRANSFERÊNCIA EM NATAL

 

Foto: Reprodução

Um incêndio ocorreu na madrugada de hoje, no setor Neonatal da Maternidade pública Januário Cicco, vinculada à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, na capital Natal, e um recém-nascido prematuro, que estava internado no local, não resistiu durante uma tentativa de transferência dos pacientes. 

A maternidade informou, via assessoria de imprensa, que o princípio de incêndio começou na fiação antiga de energia elétrica em uma das alas de UTI neonatal, mas que prontamente os bebês foram transferidos para outra ala.

Ainda segundo ele, o bebê prematuro que faleceu, do sexo masculino, estava internado há algum tempo após nascer com 600 gramas e sua morte não foi causada pelo incêndio. "O óbito não teve relação com o incêndio ou fumaça, até porque foi um princípio de incêndio, não chegou a ter chamas, nem grandes proporções, foi rapidamente controlado. Nesse percurso de auxiliar de todos os bebês, ele veio à óbito, mas devido às condições de saúde que se encontrava, de prematuridade extrema", afirmou a assessoria. 

A vítima não teve seu nome divulgado. Em nota, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte informou que "foi acionado na madrugada desta sexta-feira (20) para atender uma ocorrência de princípio de incêndio provocado por um curto-circuito em um ar-condicionado, no bairro Petrópolis. A ocorrência foi registrada pela central da Corporação por volta das 03h30 e em menos de dez minutos uma guarnição com cinco bombeiros militares chegou à maternidade em que o princípio de incêndio já havia sido controlado.

De acordo com a corporação, o bebê prematuro, que estava internado, morreu antes da equipe de emergência chegar, mas foram realizados todos os procedimentos iniciais na unidade de saúde. "O CBM deu total apoio e orientou a ocorrência no local, porém, assim que os bombeiros chegaram, foram informados pela equipe da maternidade que um bebê recém-nascido veio a óbito." A Maternidade Escola Januário Cicco é referência estadual em casos graves, foi a primeira maternidade do Rio Grande do Norte, inaugurada em fevereiro de 1950, e, desde 2013, faz parte da Rede Hospitalar Ebserh, que administra hospitais universitários.

Uol*

Nenhum comentário