Aconteceu!

PREFEITURA DE MANAUS NOTIFICA MORTE DE IDOSO APÓS RECEBER VACINA DA ASTRAZENECA

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Manaus informou neste sábado (30/1) a ocorrência de evento adverso grave (óbito) pós-vacinação contra a Covid-19. Trata-se de um idoso de 83 anos que recebeu dose do imunizante AstraZeneca na sexta-feira (29/1).

A administração da capital amazonense, por meio do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), encaminhou a informacão para o Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (Crie), órgão vinculado à Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). Até a conclusão dessa investigação, não é possível dizer se a vacina teve relação com o óbito do idoso.

A vacinação de pessoas com mais de 80 anos teve início na sexta-feira na capital amazonense. Antes, profissionais de saúde tiveram acesso ao imunizante.

Nesta semana, o governo da Alemanha recomendou a não aplicação do imunizante em idosos, por não haver nos estudos dados específicos para este grupo, apesar de a vacina ser considerada segura.

Já a Fiocruz, que desenvolve a vacina no Brasil, aponta que os testes demonstram segurança e produção de anticorpos em idosos.

Comunicado

De acordo com a secretaria, a notificação segue o Protocolo de Eventos Adversos Pós-Vacinal contra o vírus SARS-CoV-2, elaborado pelo Ministério da Saúde, que contém orientações e diretrizes em farmacovigilância para serem seguidas por todo o sistema de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

O documento atribui aos municípios a responsabilidade de realizar a identificação, notificação e investigação preliminar do Evento Adverso Pós-Vacinação (EAPV) em conjunto com o estado.

Família

O comunicado do óbito foi feito pela família do idoso. De acordo com a chefe da Divisão de Imunizações da secretaria, Isabel Hernandes, a investigação do caso será conduzida com rigor. “Não podemos atribuir nenhum evento adverso à vacina até que a investigação do caso esteja concluída. A notificação é feita para acompanhamento e como estratégia para avaliar a segurança das vacinas”, afirmou.

As vacinas da AstraZeneca/Oxford foram enviadas ao Amazonas pelo Ministério da Saúde, sendo repassadas ao município de Manaus um total 74.140 doses, das quais 50.398 destinadas especificamente à vacinação de 100% dos idosos de 80 anos e mais 100% dos idosos de 75 a 79 anos e 37% dos idosos de 70 a 74 anos.

O que diz o Ministério da Saúde

Ao Metrópoles, a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde informou ter tomado conhecimento do óbito do idoso na noite deste sábado e que acionou a área técnica do órgão para investigar o episódio.


Metrópoles*

Nenhum comentário