Aconteceu!

PAI E MÃE SÃO PRESOS POR "COZINHAREM" FILHO EM ÁGUA FERVENTE ATÉ A MORTE; VEJA CASO


Os pais assassinos que 'ferviam' seu bebê até a morte como punição por sujar sua fralda foram presos. Foto: Reprodução

Maddilyn-Rose Ava Stokes, de dois anos de idade, morreu em 25 de maio de 2017 após sofrer queimaduras graves nas costas, nádegas, virilha e pernas. Seus pais Shane David Stokes, 33, e Nicole Betty Moore, 26, compareceram à Suprema Corte de Brisbane na sexta-feira e se declararam culpados de tortura e homicídio culposo. O tribunal ouviu que Stokes estava segurando sua filha debaixo d’água em uma banheira deixando-a sofrer de “dor excruciante” e causando suas queimaduras de segundo grau em 20 de maio de 2017. O bebê foi encontrado inconsciente por paramédicos, cinco dias depois na casa da família em Northgate, Brisbane, cidade na Austrália.

A dupla havia dito à polícia na época que ela havia sido colocada em um banho quente nos dias que antecederam sua morte. De acordo com abc.net.au eles se recusaram a procurar ajuda médica e tentaram tratá-la enquanto a polícia encontrava ataduras encharcadas de sangue, almofadas de limpeza e papel higiênico em sua casa. A pequena Maddilyn-Rose morreu de parada cardíaca no Hospital Infantil Lady Cilento. A promotora Sarah Farnden disse ao tribunal que a criança teria sofrido “dor excruciante” nos dias antes de sua morte.

“Ela estaria em grande miséria e dor durante esse período de tempo, incapaz de andar”, disse ela. “Ela teria sido desidratada e fraca, incapaz de comer e beber adequadamente, possivelmente vomitando – ela provavelmente ficou delirante e inconsciente antes de finalmente entrar em parada cardíaca e deixar de respirar."

Na segunda-feira, Stokes foi condenado a 11 anos de prisão e Moore recebeu uma pena de nove anos e meio de prisão pela morte de sua filha. O juiz David Jackson disse ao casal: “Sua falha abjeta em cumprir seus deveres como pais a qualquer momento depois que ela foi queimada causou sua morte. “É horrível contemplar o sofrimento que sua filha sofreu em suas mãos – nada disso deveria ter acontecido."

Fonte: Fala Piauí

Nenhum comentário