Aconteceu!

IDAM ATUA NA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AFTOSA NO INTERIOR DO AMAZONAS

Foto: Divulgação Idam

Nesta primeira etapa, o Instituto atua em 31 municípios com a venda das vacinas e orientação técnica

Para garantir a eficácia no processo de vacinação contra a febre aftosa, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) está enviando, inicialmente, 67,5 mil doses da vacina para 31 municípios, que participam da primeira fase da campanha. Ao todo, a primeira etapa contempla 41 municípios do estado, nos quais o Idam fomenta a vacina em 31 localidades.

As doses do imunizante estão sendo entregues a cada quinze dias, visando a conservação adequada e a capacidade de armazenamento nas unidades locais do Idam. A campanha “Amazonas sem Febre Aftosa”, iniciada no dia 15 de março, é uma ação do Governo do Amazonas, por meio da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), com apoio do Sistema Sepror e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Historicamente, o Idam sempre contribui com esse processo de vacinação. Hoje, temos o reconhecimento internacional de livre sem vacinação no sul do Amazonas, onde o Idam teve grande contribuição. Nosso objetivo é continuar trabalhando para que os outros municípios do Amazonas alcancem tão logo, o mesmo status”, disse o diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso.

Valdenor destaca ainda que esse status fortalece a pecuária no Amazonas, desperta o interesse de novos investidores e incentiva os pecuaristas, a aumentar a produção e investir na qualidade do rebanho e em novas tecnologias, como o sistema de pastejo rotacionado, que já acontece em municípios como Presidente Figueiredo e Novo Remanso/Itacoatiara.

Segundo a gerente de Apoio à Produção Animal do Idam, Meyb Seixas, o Instituto atua nos municípios dando todo suporte à campanha. “O Idam tem participação efetiva na campanha, seja na comercialização, na educação sanitária ou na vacinação assistida. Esse trabalho é importante para aumentar o nosso índice vacinal. A meta é atingir mais de 90% do rebanho, na qual foi a média do Estado em 2020, e o Idam tem grande importância nesse processo já que fomenta e atua na campanha de vacinação, graças ao apoio do Governo do Estado, por meio do Sistema Sepror, em mais de 50% dos municípios do Amazonas”, destacou.

Adequação na pandemia - Para que os produtores possam adquirir as vacinas com segurança, o Idam está trabalhando por agendamento e com todos os cuidados necessários. Durante a aquisição das vacinas, os produtores também recebem orientação técnica sobre o armazenamento, transporte e como manusear a pistola de vacinação.

“Estamos trabalhando a campanha dentro de uma ótica educativa, que iniciou na semana de integração da Gerência de Apoio à Produção Animal do Idam, junto com os técnicos da Adaf, realizada no mês de fevereiro. Em seguida, começamos a distribuição das vacinas aos municípios. Para aqueles produtores que têm dificuldades para vacinar seu rebanho, o Idam realiza a vacinação assistida para garantir a segurança do procedimento”, explicou Meyb Seixas.

Nas unidades locais do Idam, a vacina pode ser adquirida no valor de R$1,50. Após imunizar o rebanho, os produtores devem notificar a vacinação junto à Adaf até o dia 15 de maio.

Nesta primeira fase, o Idam está atuando nos municípios de Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Careiro, Coari, Codajás, Fonte Boa, Iranduba, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Manaquiri, Maraã, Maués, Nova Olinda do Norte, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Uarini e Urucará.

Nenhum comentário