Aconteceu!

VÍDEO MOSTRA IRMÃO LÁZARO CANTANDO LOUVOR ANTES DE SER ENTUBADO

Irmão Lázaro canta com enfermeira antes de endoscopia. (Reprodução/redes sociais)

Após a morte do vereador de Salvador e cantor Irmão Lázaro (PL), de 54 anos, por complicações da Covid-19 um vídeo começou a circular nas redes sociais. Nas imagens, uma enfermeira aparece ao lado dele cantando a canção 'Com muito louvor'.

Rapidamente começaram a supor que este seria, supostamente, o momento em que Lázaro estaria sendo internado no Hospital São Matheus, antes de ser entubado após ter sido diagnosticado com a Covid-19.

O vídeo trouxe forte emoção ao público. No entanto, de acordo Nau Santana, que era assessor do Irmão Lázaro, as imagens não têm nenhuma relação com o momento do internamento do cantor, nem os momentos anteriores à sua entubação.

“Nesse vídeo ele estava se preparando para uma endoscopia, em dezembro do ano passado. Procedimento que fazia todo ano”, esclareceu o assessor. Ainda, segundo Nau, o momento é muito difícil. "Deixei o meu melhor amigo no cemitério ontem. Só vem essa imagem na mente”, disse.

Veja



Internação

Irmão Lázaro começou a apresentar os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 15 de fevereiro. No dia 22 de fevereiro, precisou ser internado em um leito clínico do Hospital São Matheus, em Feira de Santana. Porém, no dia 25, ele teve agravamento do quadro de saúde e precisou ser entubado. Na última sexta-feira (19), o cantor gospel sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Velório

Como os exames não detectaram mais a presença do vírus, o corpo do Irmão Lázaro pôde ser velado em um cemitério na Bahia, na manhã de sábado (20), em um local separado por vidros da ala dos familiares e amigos, como forma de precaução. O velório ocorreu seguindo aos protocolos de segurança. O corpo foi sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador

Carreira artística e política

Irmão Lázaro foi eleito vereador de Salvador em 2020 com 4.273 votos. Ele foi deputado federal entre 2015 e 2018. Antes de ingressar na carreira política, ele fez parte do grupo Olodum nos anos 90, mas decidiu seguir carreira de cantor gospel após se converter à religião evangélica. 

Nenhum comentário