Aconteceu!

NO DIA DO CASAMENTO, JOVEM DE 30 ANOS NÃO RESISTE E MORRE POR COVID

 

Bruno e Beatriz estavam juntos há 11 anos (Foto: Reprodução UOL)

Bruno Silva, de 30 anos não resistiu às complicações do coronavírus e morreu na cidade de Assis, em São Paulo, no dia 17 de abril, data em que se casaria com a sua noiva, Beatriz Miranda. O casal havia escolhido a data, porque, no dia seguinte, completariam 11 anos de namoro. Os dois começaram a namorar no dia 18 de abril de 2010. Desde então, construíram uma família e tiveram dois filhos:  Nicolas, de 7 anos, e Miguel, de 4.

Segundo informações do UOL, toda a família do rapaz foi contaminada com a Covid, porém o caso de Bruno ficou mais grave. Em 31 de março, ele foi transferido para o Hospital Regional de Assis, com falta de ar e dores no corpo. Após tomografia, os médicos identificaram que o pulmão dele estava comprometido em 50%. Após dez dias de internação, ele foi levado para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Bruni ficou com baixa saturação e cansaço excessivo, também tinha dificuldade para realizar movimentos como trocar de roupa, tomar banho, sentar e até mesmo falar.

No dia 14 de abril, o pulmão da vitima estava 85% comprometido. Ele chegou a usar a máscara VNI, que serve para melhorar os níveis de oxigenação. Porém, em 15 de abril, precisou ser entubado. Na data em que Bruno se casaria, 17 de abril, a noiva e a família receberam a notícia do falecimento do jovem, que não possuía nenhuma comorbidade.

Casamento

Eles estavam prontos para subir ao altar. Fotos prévias do casamento já haviam sido realizadas e pagas e o vestido de noiva estava recebendo os retoques finais. Por conta da pandemia, eles decidiram adiar o evento, mas não escolheram uma nova data porque logo Beatriz apresentou os sintomas da Covid19 e não deu tempo de interromper os preparativos.

Homenagem

“O Bruno trouxe luz na minha vida, porque ele é uma pessoa maravilhosa e ele me ensina todos os dias. O Bruno me ensinou mais sobre o amor, sobre a simplicidade, sobre o carisma que ele tem, eu acabo aprendendo todos os dias”, escreveu Beatriz em uma postagem no Facebook, após o falecimento do noivo. A publicação incluía um vídeo que seria mostrado no casamento. Beatriz também ressaltou que Bruno era um excelente pai. “O Bruno é um pai maravilhoso, ele é um paizão mesmo, todo dedicado, atencioso, amoroso, é o pai que eu escolhi pra ser dos meus filhos”

O jovem participou do vídeo e se mostrou apaixonado pela noiva. “A Bia mudou na minha vida muitas coisas. Ela foi a transição do meu período de adolescência para minha fase homem, porque a gente se conheceu muito jovem. Ela tinha 13 anos e eu 19, então vai fazer bastante tempo que a gente está junto na caminhada. Durante esse período, foi uma fase de transição muito grande. Creio que pra ela também foi”, afirmou.

Além de perder o noivo, Beatriz teve que lidar com a morte da avó no dia 7 de fevereiro deste ano. Para homenageá-los, ela fez uma tatuagem com as duas datas e ressaltou que os levará para sempre na memória. “Essas datas jamais serão as mesmas”, disse no seu perfil do Facebook.


Fonte: Tribuna de Jundiaí

Nenhum comentário