Aconteceu!

APÓS POLÊMICA EM GP, FÓRMULA 1 CONDENA ATAQUES RACISTAS A HAMILTON

Lewis Hamilton vence em Silverstone
Bryn Lennon - Formula 1/Formula 1 via Getty Images


Lewis Hamilton segue sendo alvo de ataques racistas. Após o vencer o GP da Grã-Bretanha, o inglês recebeu diversos xingamento com cunhos preconceituosos.

Por conta da batida no início da corrida com Max Verstappen, que levou o holandês ao hospital, diversas pessoas foram às redes para ofender o heptacampeão com emojis de macaco e banana.

Sua escuderia, a Mercedes, a própria FIA e Fórmula 1, se uniram em um comunicado, condenando qualquer tipo de ataque.

“Durante e após o GP da Grã-Bretanha, Lewis Hamilton foi sujeito a muitos ataques racistas nas mídias sociais depois de uma colisão durante a prova. A Fórmula 1, a FIA e a Mercedes condenam esse comportamento da maneira mais forte possível. Essas pessoas não têm lugar em nosso esporte e pedimos que elas sejam responsabilizadas pelos seus atos. A Fórmula 1, a FIA e os pilotos estão trabalhando para construir um esporte com mais diversidade e inclusão, e esses ataques online devem ser salientados e eliminados”, anunciou.

A Red Bull, equipe de Verstappen, também não concordou com as mensagens e se pronunciou.

“Embora sejamos rivais na pista, estamos todos unidos contra o racismo. Condenamos ataques racistas de qualquer tipo contra nossa equipe, nossos rivais e nossos torcedores. Estamos enojados e tristes ao ver os ataques racistas sofridos por Lewis nas mídias sociais após a colisão com Max. Não há desculpa para isso, e certamente não há lugar para isso em nosso esporte. Quem estiver por trás disso precisa ser responsabilizado”, pontuou.

No hospital, ao ver seu rival comemorando, o líder da Fórmula 1 classificou a comemoração como antidesportiva e desrespeitosa.

Hamilton venceu mais uma no campeonato, mas segue na segunda posição, oito pontos atrás do holandês, que segue na liderança.







Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário