Aconteceu!

EM MANAUS, MOTORISTAS SE REÚNEM NO PROCON-AM PARA DISCUTIR AUMENTO DE GASOLINA


Reunião ocorreu na sede do Procon-AM. Foto: Jander Robson/ Portal do Holanda

Manaus/AM - Um grupo de motoristas se reuniu na manhã desta quarta-feira (7) na Avenida André Araújo, Zona Centro-Sul, para se reunir com o diretor-presidente do Procon-Amazonas, Jalil Fraxe, para discutir sobre ações para impedir aumento abusivo de combustíveis em postos de Manaus.

O grupo, formado por mototaxistas, motoristas de aplicativos, taxistas e entregadores, se diz lesado por conta do aumento repentino no preço do combustível.

A gasolina, o diesel e o gás de cozinha ficaram mais caros nessa terça-feira (6), após novo reajuste da Petrobras. É o oitavo reajuste só neste ano.

Segundo um comunicado emitido pela empresa, o reajuste nas refinarias será de 6% no valor da gasolina, que vai para R$ 2,69; e de 3,7% no  preço do diesel, que passa a custar R$ 2,81.

“Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais; custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis no caso de gasolina e diesel; custos para envase pelas distribuidoras no caso do GLP; além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores", explica o comunicado.


Jalil Fraxe explicou que mais de 200 postos já foram fiscalizados nas últimas ações. “Entendo que é complicado, pois dependem disso para ganhar o pão de cada dia. Eu também sou consumidor. Não sou dono de posto. O que eu me comprometo, eu cumpro. Quem condena por cartel ou é a Justiça ou o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), não o Procon-AM. O Procon faz seu trabalho em 100% de suas ações”, disse o gestor do Procon, Jalil Fraxe.

Fonte: Portal do Holanda

Nenhum comentário