Aconteceu!

EX-VICIADA EM ÁLCOOL E DROGAS, PROFESSORA DÁ A VOLTA POR CIMA E FATURA MILHÕES NO ONLYFANS. VEJA FOTOS

Foto: Reprodução


Eliza Rose Watson, de 31 anos, do Reino Unido, chegou ao fundo do poço por conta do abuso de álcool e drogas, mas conseguiu dar a volta por cima e hoje fatura milhões de reais por ano vendendo conteúdo só para maiores no OnlyFans.

 

Sem problemas para pagar seus boletos atualmente, a ex-modelo chegou a morar na rua e precisou roubar a mãe para manter seus vícios.

 

Eliza se formou em Psicologia em 2016 e tinha uma promissora carreira de modelo. Aproveitando a vida de glamour, ela começou a frequentar festas regadas a cocaína e outras drogas e passava dias na bebedeira.


Dos 23 aos 27 anos, a frequência das “baladas loucas” aumentou e ela se perdeu completamente a ponto de quase perder tudo. O vício era tamanho que ela “mentia, trapaceava e roubava” para conseguir o que queria, além de furtar lojas e pedir dinheiro para estranhos nas ruas.

 

 

“Algumas vezes eu recebia adiantado e não aparecia para trabalhar e também nunca mais falava com os contratantes. Eu não tinha vergonha, pedia dinheiro na rua dizendo que precisava pegar um ônibus”, explicou ela, ao Daily Star.

 

 

Eliza Rose acrescentou: “Uma vez eu estava desesperada para beber e fiz uma postagem no Facebook dizendo que não conseguia dormir porque tinha visto uma aranha no meu quarto. Um cara respondeu perguntando se podia ajudar, e eu disse que precisava de uma bebida para conseguir dormir. Acabei indo para a casa dela às 2h da madrugada para pegar meia garrafa de gin. Ele deve ter pensado que conseguiria um encontro, mas só conversamos sobre política”, lembrou.

 

 

A ex-modelo costumava pegar dinheiro da mãe para saciar seus vícios. Ela pedia dinheiro para comer ou pagar táxi e gastava com bebidas e cigarros.

 

 

 

 

 

Após várias brigas com a família, ela saiu de casa e passou a dormir em casas de amigos e sofás de homens que conhecia na rua.

 

 

“Usava todo dinheiro que eu conseguia para comprar drogas e bebidas alcoólicas. No início, quando eu modelava, eu tomava um coquetel ou outro, mas depois já estava na vodca e no whisky puro”, continuou.

 

 

A virada começou depois que ela começou a frequentar reuniões dos Alcoólicos Anônimos, incentivada por um amiga:

 

 

“Ela apareceu na minha porta e disse que estava muito cansada da vida que levava. Eu fui com ela. Eu já tinha desistido, já tinha tentado tudo, tentei suicídio, passei muito tempo em clínicas e até sob custódia policia”, lembrou.

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Reproduções

 

*Cena Pop

Nenhum comentário