Aconteceu!

VACINA DA PFIZER É ASSOCIADA À PARALISIA DE BELL NO REINO UNIDO

Vacina da Pfizer é associada à paralisia de Bell no Reino Unido
Foto: Kaoompics


Estudo publicado na última segunda (19/7) no periódico científico BMJ Case Reports apresenta o caso de um britânico de 61 anos que apresentou paralisia de Bell (inflamação do nervo da face) após tomar a vacina da Pfizer/BioNtech contra a covid-19.

A pesquisa foi conduzida pelo Hospital Real do Condado de Surrey, no Reino Unido, e descreve como o homem sentiu paralisia do lado direito do rosto cinco horas após a primeira dose do imunizante.
 
De acordo com matéria do jornal britânico The Telegraph, o paciente foi levado para o pronto-socorro depois de não conseguir fechar o olho esquerdo adequadamente ou mover o lado esquerdo da testa e recebeu uma série de anti-inflamatórios esteroides.

Seis semanas depois, ele voltou a sofrer paralisia do lado esquerdo do rosto dois dias após a segunda dose da vacina da Pfizer, o que o fez babar e ter dificuldade para engolir.

Embora a condição tenha desaparecido após um novo tratamento com esteroides, os cientistas, citados pelo jornal, aconselham que médicos fiquem atentos à condição em pacientes que tenham recebido a injeção.

“A ocorrência dos episódios imediatamente após cada dose da vacina sugere fortemente que a paralisia de Bell foi atribuída à Pfizer-BioNTech, embora uma relação causal não possa ser estabelecida”, comenta a pesquisadora Abigail Burrows, uma das autoras do estudo, citada pelo The Telegraph.

A paralisia de Bell, por si só, é uma condição “misteriosa”, pois costuma surgir de repente e leva à paralisação de parte do rosto e a tremores de causa desconhecida. Conforme o jornal britânico, vários episódios da doença foram relatados durante os testes clínicos do imunizante americano. Embora a maioria dos casos não seja grave, os sintomas podem causar incapacidade temporária significativa, afetando a expressão facial e a capacidade de comer e beber.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido registrou 313 casos de paralisia de Bell associados às doses da Pfizer, segundo o The Telegraph, bem como outros 250 casos de paralisia facial.

A entidade reguladora afirma que essa quantidade de casos após a imunização não é diferente do que seria esperado para uma população tão grande.





Fonte: Trends Br

Nenhum comentário