Aconteceu!

MULHER QUEIMADA POR USAR ETANOL PARA COZINHAR, MORRE APÓS FICAR 25 DIAS INTERNADA



Geisa Stefanini, 32, morreu nesta segunda-feira (27), após ficar 25 dias internada no Hospital Vila Penteado, na zona norte da capital paulista. A informação foi confirmada pelo Instituto Médico Legal (IML) Central. Ela teve 90% do corpo queimado após cozinhar com etanol.

A vítima foi encaminhada ao hospital no último dia 2 de setembro. Ela foi queimada após uma explosão provocada pelo etanol na casa em que morava com o filho de 7 meses, no bairro de Bussocaba, em Osasco, na Grande São Paulo.

O filho dela, Lucas Gabriel, foi levado para o Hospital das Clínicas com queimaduras em 50% do corpo. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

A mulher, que passa por dificuldades financeiras, não tinha dinheiro para o gás e resolveu comprar etanol em um posto de gasolina e improvisou um fogareiro. Ela colocou o combustível em uma lata para esquentar a comida e o líquido entrou em combustão causando as queimaduras na mãe e na criança.

O pai do bebê estava separado de Geisa há quatro meses e disse não saber das dificuldades financeiras da família. Segundo informações do IML, o corpo de Geisa passou por exames necroscópicos.

*D24AM

Nenhum comentário