Aconteceu!

PESQUISADORES DA UFAM CRIAM SENSOR QUE DETECTA CORONAVÍRUS NO SANGUE


A Ufam (Universidade Federal do Amazonas) divulgou que pesquisadores da instituição criaram um sensor capaz de identificar o vírus da Covid-19 em um organismo com 100% de exatidão. O sensor foi produzido com materiais acessíveis, o que barateou o custo de produção.

O estudo é coordenado pelo professor Walter Ricardo Brito, do Departamento de Química, desde abril de 2020. Em janeiro deste ano o dispositivo foi testado com sucesso.

A tecnologia usada no sensor inclui eletrodos feitos com tinta de carbono e um substrato plástico. Inserido em amostras de sangue, o aparelho é capaz de identificar se estão ou não infectadas com o coronavírus.

“A dinâmica de trabalho dos nossos sensores permite utilizar um equipamento que é relativamente de baixo custo para fazer uma grande quantidade de testes de Covid-19, os quais podem determinar se a pessoa está com Covid-19 ou não está”, disse Walter Brito. O resultado foi obtido em 30 minutos, segundo o professor.

Conforme o professor, a invenção do aparelho não foi divulgada antes porque eram necessários mais testes.

O próximo estágio é obter financiamento para produzir o imunossensor. “A gente precisa de mais recursos para continuar com a pesquisa. Precisamos de parceiros, talvez empresas interessadas em investir em nossa tecnologia”, disse Walter Brito.

“A gente precisa de bolsas de pós-doutorado para ter uma equipe mais focada só no desenvolvimento do sensor para covid-19 e recursos financeiros para poder disponibilizar um produto o mais finalizado possível. Já temos a tecnologia, sabemos que funciona. Temos a resposta. Queremos investir não somente para a covid-19, mas para outras doenças que teremos que enfrentar nos próximos anos que podem levar a outras pandemias e que a gente precisa ter uma base tecnológica e de recursos humanos capazes de desenvolver esse tipo de sensor”, completa.

*AMAZONAS ATUAL

Nenhum comentário