Aconteceu!

TORCIDA ABRAÇA FLAMENGO EM DESPEDIDA DO MARACANÃ ANTES DE FINAL DA LIBERTADORES, E BRUNO HENRIQUE DÁ VITÓRIA SOBRE O CORINTHIANS

Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Com poucas chances no Brasileiro, o Flamengo venceu o Corinthians embalado por mais de 45 mil torcedores, que foram ao Maracanã se despedir da equipe a dez dias da final da Libertadores. Mais uma vez com uma equipe reserva, apenas David Luiz de titular, o técnico Renato Gaúcho preferiu não se arriscar. Sobretudo em função da péssima qualidade do gramado. No fim do jogo, quase perdeu Bruno Henrique, com dores no joelho, mas o atacante acabou decidindo a partida: 1 a 0.

O resultado mantém a esperança de título. A seis jogos do fim do campeonato, a diferença para o líder Atlético-MG é de oito pontos. No sábado, o Flamengo encara o Inter, na terça o Grêmio, e viaja para o Uruguai para a decisão contra o Palmeiras, dia 27.

Nesta quarta-feira, novamente, foi momento de colocar em prática a programação do elenco antes da final. Depois de David Luiz jogar o primeiro tempo, Bruno Henrique e Filipe Luis entraram para jogar o segundo. Renato preservou quase todo mundo, incluindo Gabigol, que vinha em sequência.

No primeiro tempo, o Flamengo teve o controle das ações com um meio-campo bastante combativo, mas nem tanto criativo. Coube aos laterais e até a David Luiz criarem as jogadas para acionar os atacantes, a maioria em lançamentos mais longos. As chances apareceram, sobretudo de média distância, e Cássio trabalhou bem. Vitinho, Vitor Gabriel e Kenedy tiveram muita disposição e pouca pontaria.

Por outro lado, o Flamengo foi bem defensivamente, mantendo a pressão após perda da bola e dando pouco espaço ao adversário, que não assustou além de uma boa jogada de Renato Augusto para Roger Guedes. Com a saída de Giuliano, machucado, o Corinthians se desorganizou ainda mais.

No segundo tempo, o jogo se abriu e houve maior equilíbrio nas ações ofensivas. Então veio Michael, e trouxe a torcida para nova onda de apoio. O ímpeto inicial do Corinthians cessou e fez a equipe se retrair pelo contra-ataque outra vez. Mesmo com o domínio de volta, o Flamengo não superava Cássio. Muito mexido, tentou no abafa final, acertou o travessão e, nos acréscimos, Bruno Henrique marcou de cabeça apos bela jogada de Rodinei.

*Extra

Nenhum comentário