Aconteceu!

PATRÃO É PROCESSADO APÓS PAGAR SALÁRIO EM ATRASO COM 91.500 MOEDAS

 

© Instagram Olivia Oxley

O dono de uma oficina mecânica nos Estados Unidos pagou um salário em atraso em 91,5 mil moedas. Como se não bastasse, estavam cobertas de óleo e acompanhadas por um contra-cheque assinado pelo patrão com um palavrão. Esta foi uma forma de retaliação pela denúncia - feita pelo ex-funcionário - por não ter recebido o último salário, no valor de 915 dólares (cerca de 5,2 mil reais).

Andreas Flaten, o ex funcionário, alega que, após se demitir, houve atraso no pagamento de salários, horas extras não contabilizadas, falta de registo do trabalhador e outros danos. 

O caso ganhou visibilidade depois de a namorada do lesado compartilhar o caso no Instagram e o Departamento de Trabalho dos EUA acabou processando o proprietário da oficina.



Notícias ao minuto*

Nenhum comentário