Aconteceu!

MONITORAMENTO DE CASOS DE TUBERCULOSE É DESTAQUE EM WEBCONFERÊNCIA COM PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Monitoramento de casos de tuberculose é destaque em webconferência com profissionais de saúde

 O telemonitoramento dos casos de tuberculose e o dashboard, painel que vai reunir dados sobre usuários em tratamento na rede municipal de saúde, foram os destaques da webconferência “Diálogos na APS” desta quarta-feira, 23/3, promovida pela Prefeitura de Manaus. A conferência virtual, que foi transmitida pelo canal do YouTube da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), faz parte da mobilização do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, celebrado no dia 24, data que destaca o envolvimento da sociedade para o enfrentamento da doença. 

O enfermeiro Daniel Sacramento, chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose da Semsa, ligado ao Departamento Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), iniciou o encontro mostrando o telemonitoramento, forma de acompanhamento por meio de ligações telefônicas, como um importante aliado para o combate e controle da doença. Para Daniel, essa forma de atendimento é importante para a identificação de situações de risco de abandono do tratamento, o que representa um desafio para o controle da tuberculose.

“Pelo telemonitoramento podemos tirar as dúvidas dos usuários com relação ao diagnóstico e o tratamento, visualizar as situações que colocam em risco a continuidade da terapêutica, investigar os contatos que esse usuário tem, para podermos acompanhar o grau de exposição à doença das pessoas que convivem de forma prolongada com ele e acompanhar de forma mais intensiva esse paciente, principalmente quando ele iniciar a medicação. São atitudes importantes que resultam numa boa adesão aos cuidados necessários para a cura”, salientou.

Segundo ele, o telemonitoramento tem contribuído para a atualização e correção de informações nos sistemas usados pela área de saúde, permitindo que além do tratamento, o usuário seja integrado a serviços de apoio social e especialidades médicas, fortalecendo a rede de cuidados.

A enfermeira Adriane Valentin, chefe da Divisão de Gestão da Informação e Análise de Situação de Saúde, do Departamento de  Informação, Controle, Avaliação e Regulação (Dicar), falou sobre o painel de dados e indicadores (dashboard) sobre casos de tuberculose na capital, concluído em setembro do ano passado, e que passará a ser usado em breve nos Distritos de Saúde (Disas) da Semsa.

Ferramenta de fácil manuseio e visualização, o dashboard, segundo Adriane, estimula os profissionais de saúde à boa prática do registro de dados, além de produzir informações confiáveis e permitir o monitoramento do fluxo do processo de trabalho.

“Esses dados, reunidos nesta ferramenta, irão nos habilitar para uma tomada de decisão rápida e assertiva. É um trabalho de gestão da informação, que terá como base dados do Sistema e-SUS Atenção Primária (e-SUS APS) e do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). O Painel de Monitoramento vai potencializar o trabalho da vigilância”, informou.

“Diálogos na APS” é uma webconferência virtual que acontece quinzenalmente, que tem o objetivo de contribuir para a educação permanente dos servidores de saúde. Os temas abordados estão relacionados ao cotidiano do profissional da ponta, destacando as soluções, avanços e desafios na rede de Atenção Primária à Saúde (APS).

Nenhum comentário