TCE

TCE

Aconteceu!

ARTHUR VIRGÍLIO CONVIDA GOVERNADOR DO AMAZONAS A ENTRAR NA LUTA JUDICIAL CONTRA DECRETO QUE REDUZ IPI


“Divergências à parte, eu convido o governador Wilson Lima a colocar sua competente PGE [Procuradoria Geral do Estado] para entrar na Justiça contra o decreto presidencial que reduz o IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados], que causa danos enormes à Zona Franca de Manaus. Ele, como governador, tem plena legitimidade para entrar nessa luta, não ao meu lado, mas ao lado do povo do Amazonas”.

O convite ao governador foi feito neste sábado (2.4), pelo pré-candidato ao Senado e ex-prefeito Arthur Virgílio Neto, que usou suas redes sociais para reforçar a importância da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) ingressada por ele e pelo Partido Republicano da Ordem Social, o PROS, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), a fim de suspender os efeitos do decreto do governo federal - agora prorrogado até 1° de maio - que reduziu em 25% a alíquota do IPI para todo o país, o que é altamente prejudicial ao Polo Industrial de Manaus (PIM), que perde competitividade frente à indústria nacional.

“Temos nossas diferenças, mas é hora de nos unirmos em favor dos interesses do Amazonas. O importante mesmo é termos comida na mesa do amazonenses, é termos emprego, termos a Zona Franca funcionando a todo vapor e sendo reformada com recursos federais para que a gente possa criar um polo sólido e que, um dia, nem precise de incentivo fiscal nenhum”, defendeu Arthur.

Ele é autor e coautor de quatro ações junto à Justiça Federal e ao STF, sendo duas Ações Populares e duas ADPF. Uma delas, movida em conjunto com o PROS, foi distribuída na quinta-feira (31.3) para o ministro Alexandre de Moraes.

“Nós podemos evitar mais prejuízos para a Zona Franca, que merece tudo o que tivermos de melhor dentro de nós”, finalizou Arthur, reforçando o convite ao governador.

Nenhum comentário