TCE

TCE

Aconteceu!

CONCURSO DA POLÍCIA CIVIL DO AMAZONAS TEM MAIS DE 20 MIL FALTOSOS

Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Realizado neste domingo (03/04), o concurso público da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) para os cargos de escrivão, investigador e perito (legista, criminal e odontolegista), registrou a presença de 46.610 candidatos de aproximadamente 67 mil que se inscreveram para o certame, aponta Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

Foram registrados 20.614 faltosos. As provas ocorreram em Manaus e nos municípios de Coari, Eirunepé, Humaitá, Itacoatiara, Parintins, Tabatinga e Tefé.

Conforme a FGV, pelo período da manhã, quando ocorreram as provas para escrivão e perito, dos 23.913 inscritos, compareceram 15.991 candidatos e foram registrados 7.922 faltosos, o que representa 33% do total. No período da tarde, quando aconteceu a prova para investigador, dos 43.314 inscritos, compareceram 30.622 candidatos, com 12.692 faltosos, o que representa 29% de ausentes. Somados todos os cargos ofertados, 46.613 compareceram para fazer as provas do concurso e 20.614 candidatos faltaram.

O presidente da Comissão do Concurso, delegado Thyago Tenório, acompanhou a abertura dos portões em um Centro Universitário localizado no bairro Centro, zona sul de Manaus, e desejou que os candidatos realizassem uma boa prova, para que possam ingressar no quadro de servidores da instituição e, assim, colaborar na segurança da população amazonense.

“Agradeço, em nome da Polícia Civil, ao Governo do Estado pela realização deste concurso, que há mais de dez anos não era realizado. Esse certame estava sendo muito aguardado e desejamos sorte a todos os candidatos, que após essa etapa, possamos seguir com as demais fases, sempre torcendo para que os melhores passem e somem esforços junto à PC-AM e à segurança pública”, destacou Tenório.

Conforme a autoridade policial, neste domingo, foi empregado um efetivo de mais de 200 policiais civis para dar apoio ao certame, tanto nas ruas quanto nas mais de 50 unidades de ensino da capital, bem como em mais sete municípios do interior. Ainda segundo o delegado Thyago Tenório, durante a realização das provas não houve nenhuma intercorrência e tudo ocorreu de forma ordeira.

São 200 vagas para investigador e 62 para escrivão, ambos os cargos com remuneração de R$ 12.948,78; 27 para perito criminal, além de 8 para médico legista e 3 vagas para odontolegista, com remuneração de R$ 16.237,85.

Nenhum comentário