Aconteceu!

PREFEITO DAVID ALMEIDA DESTACA QUALIDADES DE NOVO CONSELHEIRO DO TCE-AM

Foto – Dhyeizo Lemos/Semcom

O prefeito de Manaus, David Almeida, prestigiou, nesta terça-feira, 5/4, a posse do ex-secretário de Estado de Articulação, Luis Fabian Pereira Barbosa, como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM). O evento aconteceu de forma híbrida, no auditório da Corte de Contas, localizado na avenida Efigênio Salles, Aleixo, na zona Sul da capital amazonense. Na ocasião, o chefe do Executivo municipal destacou as qualidades do novo integrante do colegiado e desejou votos de sucesso.

“O Fabian é muito qualificado para exercer essa função, é jovem, e tem uma vida longa aqui nesse Tribunal, certamente vai trazer a sua experiência, sua capacidade e a sua qualidade para essa Corte de Contas. Acerta a Assembleia, acerta o governador, por terem escolhido o Fabian, a quem eu desejo êxito e sucesso à frente dessa sua nova jornada”, enfatizou Almeida.

Luis Fabian Pereira Barbosa foi nomeado pelo governador Wilson Lima, conforme publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) da última quinta-feira, 31/3, após ter seu nome aprovado, por unanimidade, pelos deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na última quarta, 30.

“Através das fiscalizações e orientações, podemos contribuir para a melhoria da vida do cidadão. Comprometo-me, enquanto conselheiro, a dar exemplo de transparência, de dedicação e de moralidade. Comprometo-me a mediar, a prestigiar a qualificação e a orientação, a tratar o cidadão como um aliado“, destacou Fabian, durante a solenidade que contou com a presença de autoridades políticas, conselheiros e auditores.

Durante a cerimônia, o conselheiro-presidente do TCE-AM, Érico Desterro, ressaltou que o novo conselheiro que assume o cargo após a aposentadoria do decano Julio Cabral, na última terça-feira, 29/3, vem a acrescentar com seus conhecimentos técnicos e de gestão ao Colegiado do Tribunal.

“Que Fabian possa prestar um bom trabalho à sociedade, de sobremaneira ao controle externo da administração pública”, enfatizou o conselheiro-presidente.

Nenhum comentário