TCE

TCE

Aconteceu!

SUSPEITO DE MATAR GARI EM MANAUS DIZ QUE ATIROU POR ACIDENTE: 'NÃO TINHA INTENÇÃO'

Fábio é irmão do homem que foi acusado anteriormente - Foto: Jander Robson / Portal do Holanda

Fábio Alexandre Lira dos Santos, 28, suspeito de matar o gari Aldenir Castilho, 25, no bairro Japiim , no último dia 26 de abril, foi preso nesta quinta-feira (4), no sítio de um tio onde estava escondido na BR-174.

Segundo o delegado Ricardo Cunha, o homem alega que atirou em Aldenir porque se assustou e que não tinha a intenção de ferir ninguém.

O tio que é proprietário do sítio onde ele estava, no Km 4, disse que Fábio estava no local há cerca de 3 dias, mas que não sabia que o homem havia cometido um homicídio.

Foto: Jander Robson / Portal do Holanda

A localização de “Negão” como também conhecido, foi descoberta durante as investigações da Polícia Civil. O delegado Ricardo Cunha conta que os investigadores chegaram à identidade de Fábio após a prisão do primeiro acusado, Ewerton Silva e Silva, que dirigia o veículo usado na fuga.

A princípio, Ewerton acusou Rafael, o irmão de Fábio, de ser o atirador, mas no decorrer da investigação, a polícia descobriu que na verdade era Fábio quem estava no carro com Ewerton e que aparece correndo com a arma na mão em um vídeo feito por câmeras de segurança:

“Após chegarmos no Ewerton, que foi a pessoa que estava conduzindo o veículo na ocasião do crime, no seu interrogatório ele disse que o executor desse delito era alguém que ele conhecia como “Negão”. O submetemos ao nosso banco de dados da Homicídios e ele apontou uma pessoa chamada Rafael em um primeiro momento. Nós representamos pela prisão, contudo o nosso 181 apontou diversas denúncias relatando que não tratava-se dessa pessoa, que seria na verdade o seu irmão”, detalha.

O delegado disse que Ewerton foi colocado diante de Rafael e disse que havia se enganado porque os dois irmãos são muito parecidos. Ele confirmou que era Fábio que estava com ele no dia do crime e uma nova investigação foi iniciada.

Foto: Jander Robson / Portal do Holanda

Após a prisão, Fábio foi ouvido e relatou que estava roubos na área com o comparsa e que se assustou com Aldenir, por isso atirou nele:

“Ele disse que se assustou com o famoso ‘pega ladrão’ e atirou e acertou essa pessoa de maneira que ele não queria. A versão que ele apresentou é de que ele não queria ferir ninguém”, diz o delegado.

Ewerton e Fábio devem permanecer preso e vão responder por homicídio já que a polícia não conseguiu localizar a vítima que eles estavam assaltando no momento da morte de Aldenir.


*PORTAL DO HOLANDA

Nenhum comentário