Aconteceu!

MÃE E AVÓ SÃO PRESAS POR MORTE DE MENINA DE NOVE ANOS APÓS ‘INFESTAÇÃO DE PIOLHOS’

 

Reprodução

Uma mãe de 38 anos e uma avó, de 64, foram acusadas de assassinato em primeiro grau após uma menina de nove anos morrer por conta de uma grave infestação de piolhos. De acordo com o Daily Star, o caso foi registrado em Tucson, no Arizona, nos Estados Unidos, em 22 de março deste ano. Sandra e Elizabeth Kraykovitch foram inicialmente presas por abuso infantil.
Conforme informações do jornal local KOLD-TV, as autoridades encontraram a criança na casa da família, inconsciente e com “uma grande quantidade de insetos no rosto” depois que a mãe chamou a polícia. Após uma inspeção mais detalhada e tentativas de reanimá-la, ela foi declarada morta.

A autópsia mostrou que a menina morreu de anemia, ligada à infestação de piolhos, além de desnutrição. Sandra teria dito à polícia que a filha estava doente desde 15 de março, apresentando sintomas como febre, dores de cabeça, dificuldade para respirar, dor de garganta e problemas para se equilibrar.
Casa suja

Os investigadores definiram a casa como “suja”, segundo o KOLD-TV. Mensagens de texto encontradas pela polícia deixam claro que as mulheres sabiam da doença, mas decidiram não acionar um hospital. A aposentada Elizabeth enviou mensagens para a filha algumas semanas antes da morte, acusando-a de estar mais interessada no namorado que na saúde da criança.

Um dos irmãos mais velhos da vítima, inclusive, relatou à polícia que a mãe tentou tratar os piolhos com enxaguante bucal. Assim como Elizabeth, o namorado de Sandra orientou que ela procurasse ajuda médica. Ela recusou o conselho.

Conforme as autoridades, Sandra admitiu que sua negligência levou à morte da menina, dizendo que “se tivesse procurado atendimento médico, sua filha provavelmente ainda estaria viva”.

Ela e a mãe foram presas em março, inicialmente acusadas de abuso infantil pela maneira como tratavam os irmãos mais velhos da vítima, de 11 e 13 anos. A acusação foi elevada ao crime de assassinato. Sandra está detida no Centro de Detenção de Adultos de Pima, sob pagamento de fiança de 55 mil dólares – ou R$ 277 mil. Com informações do bhaz.


Nenhum comentário