Aconteceu!

ANDERSON TORRES PERMANECE EM SILÊNCIO EM SEU DEPOIMENTO À PF

(Foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil)

Brasil – Acusado de ter facilitado e ser omisso a respeito dos atos antidemocráticos, Anderson Torres ex-secretário Distrital de Segurança Pública compareceu ao 4º Batalhão de Polícia Militar do Distrito Federal para prestar depoimento nesta terça-feira (18).

Por orientação de seus advogados, Torres optou por ficar em silêncio e não respondeu as perguntas dos agentes federais.

Anderson Torres é delegado de carreira e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do último governo. Tomou posse da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal no dia 02 de janeiro.

Torres viajou de féria para os Estados Unidos logo que assumiu a Secretaria Distrital, retornou de viagem no sábado (7), um dia antes dos atos de depredação dos Três Poderes, onde ficou evidenciado diversas falhas no esquema de segurança.

Durante o tempo que os policiais em quantidade insuficiente tentavam controlar os extremistas empregando bombas de gás lacrimogênio, o ex-ministro comentava os atos, com palavras superficiais como: “lamentáveis” e “inconcebíveis” as “cenas”.

Após todos os estragos realizados pelos atos antidemocráticos, o ex-secretário afirmou que, depois de se inteirar dos fatos, determinou que todo efetivo da Polícia Milita e Civil fosse atuar “firmemente”, com intuito de estabelecer a ordem com urgência.

Sobre o inquérito

A procuradoria Geral da República (PGR) pediu no dia 10 deste mês, ao Supremo Tribunal Federal (STF) que abrisse um inquérito com intuito de investigar o ex-governador de Distrito Federal, Ibaneis Rocha e também de Anderson Torres.


*PORTAL TUCUMà

Nenhum comentário