Aconteceu!

PUMAS RESCINDE CONTRATO COM DANIEL ALVES POR JUSTA CAUSA APÓS PRISÃO

 

Dani Alves teve seu contrato rescindido com o Pumas — Foto: Ulises Ruiz / AFP

O Pumas, time que contratou Daniel Alves no meio do ano passado, anunciou a rescisão de contrato por justa causa com o jogador, preso nesta sexta-feira (20) na Espanha.

O brasileiro e o clube mexicano tinham contrato até o fim de junho. Daniel Alves disputou apenas 13 jogos com a equipe -ele deu quatro assistências e não marcou gols. O lateral chegou a ser liberado para usar as instalações do Barcelona em outubro, época em que o Pumas foi eliminado do Campeonato Mexicano

O CASO DANIEL ALVES

O jogador brasileiro está preso preventivamente e sem direito a fiança após decisão da juíza espanhola Maria Concepción Canton Martín.

Ele é acusado de agressão sexual a uma mulher em uma boate em Barcelona. O episódio teria ocorrido no fim do ano passado

O pedido de prisão foi feito pelo Ministério Público espanhol e reforçado pela defesa da vítima.

Daniel Alves chegou ao local algemado e esperou o resultado do julgamento em uma cela com outros detidos.

A VERSÃO DO JOGADOR

Em seu depoimento, Dani Alves negou as acusações. Ele confirmou que estava na discoteca Sutton na fatídica noite, mas afirmou não ter cometido nenhum tipo de agressão.

O depoimento seguiu a mesma linha da primeira vez que Daniel falou sobre o ocorrido, em entrevista ao programa espanhol 'Y ahora Sonsoles'.

"Sim, eu estava naquele lugar, com mais gente, curtindo. E quem me conhece sabe que eu amo dançar. Eu estava dançando e curtindo sem invadir o espaço dos outros. Eu não sei quem é essa senhora. Nunca invadi um espaço. Como vou fazer isso com uma mulher ou uma menina? Não, por Deus."


Nenhum comentário