CMM

CMM

‘PICA-PAU’ NEGA SER O MANDANTE NA MORTE DO CANTOR IGOR MOREIRA EM MANAUS

 

(Foto: Ayrton Lopes /D24am)

Jânio Pacheco de Sales, conhecido como ‘Pica Pau’, preso suspeito de ser o mandante da morte do cantor sertanejo Igor Moreira de Lima, disse que não é mandante do crime. ‘Pica Pau’ foi preso nesta terça-feira (7) em um condomínio no bairro Ponta Negra, zona oeste de Manaus.

Segundo informações do delegado, Danniel Antony, titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS). ‘Pica Pau’ é o mentor do crime.

“Os indícios são de Jânio é membro de uma facção criminosa atuante na zona norte. Ele foi interrogado e alguns pontos precisam ser esclarecidos mas o que consta no caderno investigativo e que a ordem teria partido dele para execução de um desafeto. Na ação teria havido essa infeliz confusão com a pessoa da vítima” disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, Jânio nega a participação no crime.

“Ele nega na cena do crime como mandante mas os indícios durante a investigação apontam para ele.”

De acordo com Danniel Antony, com a prisão de ‘Pica Pau’ as investigações dão por encerradas.

Jânio possui passagem pela polícia por tráfico de drogas e agora responderá por homicídio e será encaminhado à audiência de custódia e ficará a disposição da justiça.

O caso

O cantor Igor Moreira foi executado com cerca de 20 tiros, no dia 4 de janeiro deste ano, na Rua Botelho Magalhães, bairro Colônia Santo Antônio, zona norte de Manaus. A vítima foi morta por engano. O verdadeiro alvo seria um homem conhecido como ‘Loirinho’ onde os criminosos receberiam R$20 mil pela sua cabeça.

Igor retornava do município de Manacapuru e estava na frente da sua casa com a companheira e os filhos quando homens armados chegaram no local e abordaram Igor. De acordo com testemunhas, Igor chegou a conversar com os suspeitos e quando tentou entrar em casa os suspeitos atiraram contra ele que morreu na porta de casa.

Três suspeitos já foram presos por envolvimento no caso. Wala Lourenço Ferreira, 29, vulgo “BH” e Gabriel Mendes Ferreira, 29, vulgo “Dedinho”, foram presos nos dias 13 e 14 de janeiro respectivamente. Já Patrick de Lima Batista, 19, vulgo ‘PK’, foi preso dia 26 de janeiro.


Fonte: D24am

Nenhum comentário