últimas

IRMÃS SÃO PRESAS POR SUSPEITA DE VENDEREM CASAS DE LUXO EM CONDOMÍNIO FALSO

Foto: Divulgação
As irmãs Sheila Patrícia Queiroz Reis, 40, Mônica Regina Queiroz Reis, 36, e Gleice Cristina Queiroz Reis, 34 foram presas suspeitas de vender casas na planta, de um falso residencial, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.
Conforme a polícia, as irmãs chegaram a comprar um terreno e deram entrada de R$ 500 mil e o restante foi pago com um cheque sem fundo, esse local era o terreno que elas ofereciam a casa às vítimas. As vendas ilegais feitas por elas giraram em torno de R$ 2 milhões. A entrega das casas compradas, seria para o fim de 2018, mas a vítimas ao perceberem o golpe denuciaram o caso para a polícia.
Segundo o  delegado adjunto da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Demetrius Queiroz, no total, foram sete registros, mas pode ser que elas tenham conseguido vender cerca de 15 casas e o valor pode ter sido gasto em viagens para o exterior e nos condomínios em que moravam.
As irmãs devem responder pelo crime de estelionato.

Nenhum comentário