últimas

ITÁLIA TEM MENOR NÚMERO DE NOVOS CASOS DE COVID-19 EM QUASE 50 DIAS


Ala de hospital em Crema vazia após o coronavírus ser controlado na cidade.




A Itália registrou nesta segunda-feira (27) o menor número de novos casos do novo coronavírus em 48 dias. De acordo com balanço divulgado pela Defesa Civil, o país contabiliza agora 199.414 contágios, acréscimo de 1.739, cifra mais baixa desde 10 de março, quando haviam sido registradas 977 novas infecções.

Em termos relativos, o crescimento foi de 0,9%, menor índice desde o início da pandemia na Itália.

A Defesa Civil também confirmou em seu novo balanço mais 333 mortes, crescimento de 1,2% em relação a domingo (26), elevando o total de vítimas para 26.977. No dia anterior, o país havia contabilizado 260 óbitos (+1%).

Queda nas internações

A Itália ainda soma 66.624 curados, crescimento de 2,6%. Com isso, o número de casos ativos atingiu 105.813, queda de 0,3%. Desse total, 83.504 estão em isolamento domiciliar; 20.353 pacientes estão internados; e 1.956 seguem em UTIs, após a 24ª queda consecutiva na estatística.

"A tendência indica um progressivo decréscimo das mortes e dos casos de infecção, mas o vírus continua em circulação", disse o presidente do Instituto Superior da Saúde, Silvio Brusaferro, em coletiva de imprensa em Roma.

Em quarentena desde 10 de março, a Itália já iniciou um percurso de retomada das atividades econômicas e sociais, com a reabertura de livrarias, papelarias e lojas de produtos para crianças na maior parte do país.

A partir de 4 de maio, os italianos poderão voltar a frequentar parques, a comprar comida para viagem e a realizar funerais, desde que respeitadas normas de distanciamento e higiene. Já as escolas devem reabrir apenas em setembro, no início do ano letivo.



R7.com

Nenhum comentário