últimas

NOTA DE PESAR EMERSON MAIA


Parintins de luto: morre o poeta da Amazônia Emerson Maia, aos 66 ...


O Governo do Amazonas manifesta profundo pesar pelo falecimento do compositor Emerson Maia, aos 66 anos, na manhã desta sexta-feira (14), no Hospital Universitário Getúlio Vargas, em Manaus.

Autor de toadas clássicas como “Lamento de Raça” e “Flor de Tucumã”, do boi-bumbá Garantido, e de “Caprichoso: Um canto novo de esperança” e “Fumaça de ervas”, do boi-bumbá Caprichoso, Emerson fez história e se tornou um dos principais nomes do Festival Folclórico de Parintins. Suas composições exaltam a beleza e a força da Amazônia, e ficam eternizadas na história do festival e da cultura amazonense.


O governador do Amazonas, Wilson Lima, enviou condolências aos familiares, amigos e fãs de Emerson Maia, com quem estão seus sentimentos neste momento de dor e luto. “A partida do compositor Emerson Maia une todos os amazonenses e admiradores do Festival Folclórico de Parintins em um mesmo sentimento de pesar, mas também de gratidão por tanta beleza que ele nos deixou. Sem dúvida, ficará na memória como um dos nossos grandes artistas”, disse.


O secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, destacou também a luta de Emerson Maia na defesa da floresta. “É uma perda inestimável! A cultura do Amazonas perde uma das vozes mais atuantes em defesa da Amazônia e do Festival Folclórico de Parintins. Um poeta irretocável. Uma sensibilidade que sempre será lembrada. Um legado que nunca será esquecido. Fica nosso respeito pela memória do Emerson”, afirmou.

Nenhum comentário