últimas

VÍDEO: BRIGA EM ELEVADOR ACABA EM SOCO E DENTES QUEBRADOS; VEJA!

pessoas em corredor
Foto reprodução


Uma discussão sobre a utilização do elevador, em um condomínio na Quadra 105 de Águas Claras, terminou em troca de socos e dentes quebrados nesse sábado (22/8). Tudo foi captado pelas câmeras de segurança do prédio. O caso foi registrado na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga).

No vídeo, é possível ver que um homem, morador do nono andar, está descendo pelo elevador quando um outro residente do prédio, do segundo andar, entra. Logo que a porta se abre, um impasse começa. Quem estava no elevador tenta impedir que a outra pessoa entre.

Por cerca de 20 segundos os dois discutem. O morador do nono andar segura a porta, aponta o dedo para o vizinho e depois sai. Quando a porta quase se fecha, o homem volta para dentro do elevador e o residente do segundo andar dá um empurrão nele.

Nesse momento, a briga começa no corredor. O morador do nono andar dá um chute e se inicia uma troca de socos que só termina após o homem do segundo andar cuspir os dentes que quebraram com a pancadaria.

Confira o vídeo:

Versões diferentes para o caso



No boletim de ocorrência registrado pelo morador do segundo andar, ele afirma ter sido vítima de lesão corporal e injúria, relatando que, ao tentar entrar no elevador, o morador gritou: “Saia do elevador, só pode descer um por vez”, em referência às medidas de afastamento social por causa do novo coronavírus.

Logo depois, disse o homem, começaram uma discussão onde o outro morador proferiu xingamentos sob gritos e desferiu um soco na boca, momento em que perdeu três dentes.

Procurado, o morador que preferiu não se identificar, disse que o empurrão dado no vizinho foi para que ele saísse da porta, uma vez que os xingamentos não paravam e o elevador não era liberado.

Já o morador do nono andar contou na 21ª DP que, em razão da pandemia de Covid-19, solicitou que o homem aguardasse o próximo elevador, explicando que deveria permanecer uma família de cada vez, mas não foi ouvido.

Uma vez que não teve o pedido atendido, ele diz que saiu do elevador, mas deixou protesto ao vizinho por se negar a cumprir as regras, o que teria desencadeado xingamentos, além de o outro ter ido em direção a ele, tendo início um embate, onde acabou na tentativa de se defender, desferindo um soco.

Também procurado, o homem afirmou que a posição dele foi a todo momento de defesa e que só desferiu os socos após ser empurrado e da tentativa de derrubá-lo pela cintura.

Nenhum comentário