Aconteceu!

TRE-AM INDEFERE CANDIDATURA DE ADAIL FILHO E COARI TERÁ NOVAS ELEIÇÕES


(Foto: Estado político)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) cassou nesta sexta-feira, 18, o registro de candidatura do prefeito eleito de Coari, Adail Filho (PP). A decisão determina novas eleições no município no prazo de até 40 dias.

Até que as eleições ocorram, o vereador ou vereadora que ocupar a presidência da Câmara Municipal é quem responderá pela Prefeitura de Coari, decidiu o TRE-AM.

Hoje, a Câmara Municipal de Coari é presidente pela vereador Jeanny Pinheiro, prima de Adail Filho.

Por unanimidade, os membros do pleno do TRE-AM entenderam que um novo mandato de Adail configuraria o terceiro seguido de um mesmo núcleo familiar, o que é vedado pela legislação.

O artigo 14, parágrafos 5º e 7º, da Constituição da República, veda a permanência de um mesmo grupo familiar na chefia do Poder Executivo por mais de dois mandatos consecutivos.

O objetivo da vedação é impedir a formação de grupos hegemônicos.

O pai do atual prefeito, Adail Pinheiro, que já havia comandado o município por duas vezes, foi eleito novamente em 2012. O político não concluiu o mandato. Envolvido em casos de corrupção e exploração sexual de crianças e adolescente, ele foi preso em 2014.

Na eleição seguinte, em 2016, Adail Filho se candidatou e foi eleito. Neste ano, o prefeito se reelegeu.

O processo na Justiça Eleitoral que questionava o registro de candidatura de Adail Filho foi movido por Raione Cabral Queiroz, a Coligação Ficha Limpa Para Coari, e Robson Roberto Tiradentes Junior, segundo colocado nas eleições deste ano.

A diplomação de Adail Filho, que iria ser realizada na quinta-feira, 17, foi suspensa pelo juiz eleitoral Marco Antonio Pinto. O magistrado tomou a decisão por entender que o prefeito eleito poderia ter o registro cassado no julgamento de hoje, o que acabou se concretizando.

O prefeito eleito pode recorrer da decisão do TRE-AM.

Portal Manchete*

Nenhum comentário