Aconteceu!

GOVERNO DO ESTADO E PREFEITURA REINAUGURAM PASSEIO DO MINDU REVITALIZADO POR INTERNOS DO PROGRAMA TRABALHANDO A LIBERDADE

Foto: Tácio Melo/Secom

Fruto da parceria entre o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus, o Passeio do Mindu, localizado na zona centro-sul da cidade, foi entregue no final da tarde desta quarta-feira (07/07). A revitalização do ponto de lazer e prática esportiva teve a mão de obra de integrantes do programa de ressocialização desenvolvido pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Trabalhando a Liberdade.

A cerimônia de reinauguração do espaço foi aberta ao público e contou com a presença do secretário da Seap, coronel Vinícius Almeida; do prefeito de Manaus, David Almeida; do vice-prefeito, Marcos Rotta; e do secretário Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), Sabá Reis.

“Esse aqui é mais um ambiente público que a gente entrega, é o primeiro em parceria com a Prefeitura. Era uma obra num local que estava degradado. Fizemos todo esse trabalho de revitalização, devolvendo hoje um ambiente limpo, pintado, com iluminação de qualidade e pronto para atender às famílias manauaras”, ressaltou o secretário da Seap, coronel Vinícius Almeida.

O evento contou com uma apresentação musical da banda Revitalizar, formada por internos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), que estão em busca da reinserção, como destaca o vocalista, Thiago Victor.

“A secretaria tem feito um trabalho muito importante, que é dar apoio e oportunidade para nós que somos internos. Um dia nós erramos, mas hoje nós estamos trabalhando o nosso erro. Procurando mudar, voltar pra sociedade, melhores”, afirmou o vocalista.

Foram três meses de trabalho executado por um grupo de 60 apenados. Com a missão de dar uma cara nova ao espaço público, eles realizaram vários serviços no local: roçagem, podagem, pintura, serralheria, limpeza, restauração de bancos, calçadas, meio-fio, gradil, quadra poliesportiva, espaço para cães e outros.

A autônoma Neire Vasconcelos mora nas proximidades do Passeio do Mindu, ela aproveitou a noite de quarta-feira para caminhar com a família e gostou muito da revitalização que foi realizada.

“Todos os dias que eu passava aqui, eu via com muita alegria o trabalho das pessoas que estavam fazendo aqui; e fico feliz, eu acho que tem que incentivar. Gostaria muito que esse trabalho se prolongasse por mais tempo. Estou bem feliz de ver a minha cidade ficando mais bonita”, contou a empresária.

Economia – Criado em 2019, o programa Trabalhando a Liberdade abriga, hoje, mais de 1.200 privados de liberdade. Os “amarelinhos” são conhecidos por executarem diversas frentes de trabalho dentro e fora das unidades prisionais. Estima-se que a fonte de ocupação já gerou, desde sua criação, uma economia de aproximadamente R$ 7 milhões ao Estado.

Nenhum comentário