Aconteceu!

PREFEITURA PROMOVE ENCONTRO 'PRÓ-SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA' PARA EDUCADORES


 


Aulões, simulados, videoaulas são algumas das ações que a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), apresentou nesta quarta-feira, 18/8, durante o encontro “PRÓ-Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb)” para os educadores da rede municipal de ensino. O evento ocorreu pelo YouTube, no canal da “Semed Educação Manaus”, e contou com a participação de mais de 600 profissionais, entre professores, pedagogos, assessores e gestores escolares.

O objetivo foi fortalecer as ações da Secretaria para a realização do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2021 e apresentar os resultados da primeira Avaliação da Desempenho dos Estudantes (ADE), que aconteceu em junho para os alunos do 2º ao 9º ano do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) 3ª e 4ª fase.

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, participou da live e destacou a confiança que o prefeito de Manaus, David Almeida, tem na competência dos professores da rede municipal de ensino.

“O prefeito David e eu estamos muitos preocupados com a educação, mas nós confiamos e acreditamos muito na competência de todos os professores da Semed. Toda nossa equipe leva muito em consideração todas as dificuldades que passamos desde o ano passado, por isso que fazemos tudo para reduzir todos esses danos, por isso trabalhamos para levar um pouco mais de conforto e de uma forma que a gente consiga alcançar um resultado satisfatório”, esclareceu o titular da pasta.



Para o subsecretário de Gestão Educacional, Carlos Guedelha, a preparação para o Saeb envolve várias ações, estratégias, além de uma autoavaliação para alcançar bons resultados. “Precisamos fazer uma autoavaliação sobre o que temos feito e intensificando o que precisamos fazer. Que estratégias, ações são necessárias para alcançar bons resultados. Esse tipo de encontro proporciona uma reflexão sobre o nosso trabalho, e assim a gente possa seguir com mais firmeza nos nossos objetivos”, mencionou Guedelha.

Ações

Para alcançar bons resultados no Saeb, a Semed já utiliza a plataforma digital “Super Ensino”, que dispõe de vários exercícios, videoaulas, aulas contextualizada com temas regionais e habilidades de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Além disso, os alunos do 5º e 9º ano já iniciaram “Aulão Pró-Saeb” ao vivo no próprio canal do YouTube da Super Ensino. Os alunos também farão simulados Pró-Saeb, que iniciam no fim do mês de agosto e mais dois em setembro e outubro.

De acordo com a chefe da Divisão do Ensino Fundamental (DEF), Marivalda Melo, todas as atividades foram pensadas por toda equipe da Semed e devem ser utilizadas pelos alunos e professores.

“Pensando nessa defasagem que sofremos desde 2020, foi que a DEF preparou um material específico que está na plataforma da Super Ensino, é um material de reforço com conteúdos que não foram trabalhados no ano passado. Todo material está disponível para que os alunos e professores utilizem. Toda a Semed tem se empenhado para que a aprendizagem continue mesmo à distância, mas precisamos da colaboração de todos”, disse Marinalva.

ADE

Por conta das aulas de forma remota, a participação dos alunos na avaliação foi de 70,04%, ausentes 26,18%, abandono 0,16% e transferido 3,62%. O desempenho das turmas dos anos iniciais foi de 73,88% em língua portuguesa e 74,15% em matemática no 2º ano, no 3º ano, foi de 72,29% em língua portuguesa e 59,59 em matemática, no 4º ano, 42% em língua portuguesa e 45,22% em matemática e, nos 5º anos, os alunos alcançaram 47,83% em língua portuguesa e 45,36% em matemática.

Já nos anos finais, que correspondem aos 6º, 7º, 8º e 9º ano, o desempenho na língua portuguesa ficou 47,35% para o 6º ano, 53,09% para o 7º ano, 52,91% para o 8º e 64,78% para o 9º. Em matemática, a média foi de 41,1% para o 6º ano, 37,15% para o 7º, 34,44% para o 8º e 35,22% para o 9º ano.

No EJA, 3ª e 4ª fases alcançaram 54,5% e 55,67%, em português, consecutivamente, e, em matemática, a 3ª fase ficou com 66,08%, a 4ª fase,  com 49,41%.

De acordo com a assessora da Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM) da Semed, Nataliana Paiva, os resultados da avaliação mostram o quanto é necessário que as aulas voltem a ser presenciais.

“Tivemos um leve declínio daquilo que a gente vem apresentando durante todos esses anos, e isso já é um reflexo da própria pandemia de como os nossos alunos precisam da gente e de como nós precisamos deles e do esforço que todos vamos precisar fazer para recuperar os resultados que já tínhamos alcançado”, informou a educadora.

Texto de responsabilidade da SEMED 

Fotos - Cleomir Santos/Semed

Nenhum comentário