Aconteceu!

RESPIRAR LEVA TENDA ITINERANTE À PONTA NEGRA NO PRIMEIRO FINAL DE SEMANA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO

 


Durante o primeiro final de semana de atendimento, a tenda estratégica do RespirAR movimentou o calçadão do Complexo Turístico da Ponta Negra, na zona oeste da capital amazonense, neste Dia dos Pais (08/08), em mais uma etapa da ampliação do projeto. O espaço montado pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), visa oferecer uma orientação breve sobre o projeto, para pessoas que tiveram ou não Covid-19, e incentivar a prática esportiva como qualidade de vida.
Durante esse primeiro final de semana, o ponto estratégico do RespirAR atendeu mais de 110 pessoas que passeavam ou se exercitavam no local. “Atividade física é sinônimo de saúde. Nosso intuito, além de fortalecer o projeto, é mostrar para os cidadãos que a prática do exercício físico é o caminho para qualidade de vida do corpo e da mente. Então, é muito importante celebrar esse Dia dos Pais aqui com a tenda do RespirAR e levar essa mensagem às pessoas que vieram curtir a Ponta Negra”, afirmou o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.
Foram realizados 80 atendimentos no sábado (07/08) e mais 30 pessoas durante a manhã deste domingo (08/08). A partir de agora, a base itinerante do RespirAR irá funcionar todos os finais de semana, aos sábados, das 7h às 11h e das 15h às 19h, e aos domingos, das 7h às 11h. O intuito é que outros pontos da cidade também recebam tendas itinerantes.
João Luiz, de 34 anos, pai da Júlia, 10, aproveitou o domingo ensolarado de Dia dos Pais para passear com a filha e conheceu a tenda do projeto. “É essencial esse tipo de iniciativa como o RespirAR para falarmos mais sobre atividade física. Todos precisamos manter a saúde. Muita gente, infelizmente, percebeu isso só durante a pandemia. Sempre busco incentivar minhas filhas a brincar, a andar de bicicleta, é também uma forma de incentivo ao esporte”, disse.
RespirAR – O projeto, que foi iniciado na Vila Olímpica de Manaus e já recuperou mais de 200 pessoas, foi ampliado pelo governador Wilson Lima na quarta-feira (04/08). Com o RespirAR, as pessoas que tiveram sequelas pós-Covid-19 têm acesso à reabilitação cardiopulmonar e física, por meio de sessões de fisioterapia e prática orientada de exercícios físicos.
A ampliação deve alcançar, nesse primeiro momento, cerca de 2.500 pessoas acometidas pela Covid-19 em processo de reabilitação. O projeto funciona de forma intersetorial e envolve, além da Faar, as secretarias de Estado de Saúde (SES-AM) e de Estado de Assistência Social (Seas), o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), e a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Aadesam).
FOTOS: Mauro Neto/Faar

Nenhum comentário