Aconteceu!

ATLETA DE BENJAMIN CONSTANT É CAMPEÃ MUNDIAL EM CAMPEONATO DE LUTA NA SÉRVIA

Amazonas – Com um feito inédito, a atleta benjaminense Ananda Januário, do projeto Bom de Luta, desenvolvido pela Prefeitura de Benjamin Constant, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), faz parte de um seleto grupo de campeões mundiais, ao conquistar a medalha de bronze no 1° Mundial Estudantil de Luta Olímpica, que ocorreu na Sérvia, nesta quinta-feira (16).

Na história do Brasil esta é a segunda vez que uma atleta brasileira é medalhista em um mundial, sendo que a primeira vez aconteceu há 10 anos. Outras duas amazonenses também foram medalhistas na competição, além de Ananda.


O prefeito parabenizou a jovem atleta e ressaltou a importância de incentivos ao esporte do município. “O esporte muda e transforma a vida das pessoas. É uma maneira inteligente de tirar os nossos jovens do caminho das drogas. Com uma vitória como esta, podemos dizer que, cada vez mais jovens devem se interessar e sonhar que um dia poderão se tornar campeões mundiais, para isto, basta que continuemos incentivando e valorizando o esporte”, disse.

“Eu estou muito feliz, porque o resultado é um resultado consistente, um resultado de anos de trabalho que nem pensávamos que hoje teríamos uma atleta campeã mundial. Quero agradecer ao apoio do Poder Público, da Prefeitura de Benjamin Constant que acredita no nosso trabalho e valoriza o futuro desses atletas. Hoje, podemos dizer que Benjamin Constant tem uma atleta medalhista mundial”, disse o coordenador do Projeto Bom de Luta, Jhonny Franco.

Segundo Jhonny, quando retornar deste compromisso, a adolescente ainda terá a missão de representar Benjamin Constant e o Brasil no Pan Americano do México – U15, que acontecerá em outubro.

Projeto Bom de Luta

O projeto Bom de Luta utiliza a luta olímpica como ferramenta de inclusão e transformação social. Criado em 2017, o “Bom de Luta” já projetou atletas do município em competições nacionais e internacionais. “É um reconhecimento, resultado de um trabalho que pensa nas gerações futuras e cuida da população. Gostaria de parabenizar a todos os envolvidos no projeto”, disse o prefeito.

O projeto, coordenado pela Secretaria de Assistência Social, já revelou talentos e mudou vidas, formando e treinando atletas de alto nível.

Três deles foram selecionados para o Bolsa Atleta do Governo Federal, em função dos resultados alcançados. Outros dez atletas recebem o Auxílio Emergencial Esportivo do Governo do Estado.

A luta greco-romana tem origem na Grécia Antiga e fazia parte do pentatlo. O esporte usa muita força física e estratégia, sendo as duas principais qualidades que um atleta de luta greco-romana deveria ter para ser bem sucedido nos tempos iniciais deste esporte.

*CM7 Brasil

Nenhum comentário