Aconteceu!

ACUSADA PELA MORTE DE HENRY BOREL, MONIQUE MEDEIROS VOLTA AO TRABALHO NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO NO RIO DE JANEIRO

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Brasil – Acusada em março de 2021 pela morte do filho Henry Borel de 4 anos, Monique Medeiros voltou a trabalhar na Secretaria de Educação do Rio de Janeiro após ser liberada pela Justiça em agosto de 2022. A acusada volta a trabalhar normalmente na função pública que já trabalhava antes do crime.

De acordo a Secretaria de Educação, a orientação recebida é que, a servidora foi liberada pelo Superior tribunal de Justiça (STJ) e ainda não tinha sentença condenatória, pelo fato de ser concursada não tem como o pagamento da servidora ser suspenso, razão esta na qual ela retornou ao trabalho, na sua função administrativa no almoxarifado.

Monique estava presa, porém foi liberada após decisão do ministro do STJ João Otávio de Noronha

Sobre o caso.

No dia 08 de março do ano de 2021 Monique e o namorado são acusados pela morte do filho, Henry Borel, de 4 anos. A criança morreu após ser encaminhado para o hospital pelos dois, com sinais de maus tratos. O principal suspeito é Jairinho namorado de Monique. Mas, o casal nega que tenha havido qualquer agressão, e que o motivo da morte seria uma queda da cama onde dormia.



*PORTAL TUCUMà

Nenhum comentário