Aconteceu!

MULHER QUE ACUSOU DANIEL ALVES RECUSA INDENIZAÇÃO E DÁ CONTINUIDADE AO PROCESSO

(Foto:reprodução/Twitter)

O advogado Pierpaolo Bottini afirmou neste domingo (22), que a decisão da mulher que acusou o jogador Daniel Alves de estupro em recusar a indenização não vai interferir no caso. Ele advertiu a cliente que após o início em um processo penal, não se pode pará-lo caso ela volte atrás na decisão sobre a indenização.

Segundo o especialista, a prisão preventiva de Daniel na Espanha, foi influenciada por medo de uma possível fuga do jogador. A prisão preventiva pode variar entre seis meses a dois anos.

Conforme Bottini, caso haja a condenação de Daniel Alves, a defesa poderá descontar o tempo preso preventivamente da pena.

Pierpaolo Bottini ainda encoraja as mulheres vítimas de agressão a denunciarem seus agressores e alega que quando mais cedo isso ocorrer, mais fácil serão coletadas provas para solução do caso.



*PORTAL TUCUMà

Nenhum comentário