Aconteceu!

FLAMENGO NÃO FURA RETRANCA DO MADUREIRA E FICA NO EMPATE SEM GOLS EM CARIACICA

Flamengo x Madureira em Cariacica Foto: Reprodução/Twitter

Tratado como a última prova da equipe titular antes da Supercopa do Brasil, o duelo diante do Madureira gerou nota bem mediana para o Flamengo. O empate em 0 a 0 em Cariacica, no Espírito Santo, veio após uma atuação bem diferente da vista na goleada sobre a Portuguesa. O sinal de alerta foi ligado: apesar de ter a posse de bola, o rubro-negro esbarrou em uma muralha suburbana e teve muitas dificuldades para criar chances reais. Cenário que não pode se repetir contra o Palmeiras. Ou Real Madrid.

Antes, um fato a se lamentar. A partida entre Flamengo e Madureira atrasou em 13 minutos porque uma ambulância estava com remédios vencidos, segundo informação do 'ge'. Os clubes foram comunicados da irregularidade poucos minutos antes do início do duelo. Uma situação que choca pela desorganização, que não combina com o Campeonato Carioca e serve apenas para ferir a sua reputação.

Também foi complicado ver como o árbitro Grazianni Maciel Rocha pouco coibiu as duras entradas — para não dizer violentas — dos atletas do Madureira. Até chegar o momento de dizer que seria “a última”, Gerson quase deixou o gramado lesionado devido a uma forte entrada em seu tornozelo esquerdo. Ação que revoltou os jogadores do Flamengo e tirou o técnico Vítor Pereira do sério.

De modo geral, foi um jogo de ataque contra defesa. O Flamengo chegou a bater 70% de posse de bola, mas teve enormes dificuldade para furar o bloqueio do Madureira. A partida ficou extremamente centralizada, o que facilitou ao tricolor suburbano para encaixotar a sua marcação no setor. Muito devido as partidas ruins dos laterais, principalmente Guillermo Varela.

O uruguaio não tem conseguido aproveitar as chances, enquanto Matheuzinho parece estar tomando a frente na corrida pela titularidade. Em Cariacica, se não foi vaiado, arrancou muita lamentação dos torcedores. Na esquerda, Ayrton Lucas mantém a regularidade e se mostra um bom substituto para Filipe Luís, que segue lesionado.

Para mudar essa centralização, Vítor Pereira tirou Everton Ribeiro e Pedro para colocar Everton Cebolinha e Matheus França. Marinho chegou a virar lateral-esquerdo. Até deu certo já que, aliado ao cansaço do Madureira que não conseguiu manter a intensidade de marcação durante 90 minutos, começou a criar chances de perigo. Gabigol chegou a acertar a trave em um dos poucos lances criativos da equipe rubro-negra.

No fim, prevaleceu o bloqueio do Madureira. A falta de chances reais de gols do Flamengo rendeu até um princípio de vaia em Cariacica. Merecido pela atuação ruim e para um torcedor que pagou R$ 400 reais (a inteira) para ver a partida.


*Extra

Nenhum comentário