Aconteceu!

PREFEITO DAVID ALMEIDA E GOVERNADOR WILSON LIMA REFORÇAM COMPROMISSO COM ESTUDANTES E ASSINAM RENOVAÇÃO DO PASSE LIVRE ESTUDANTIL 2023

Fotos – Dhyeizo Lemos / Semcom
O prefeito de Manaus, David Almeida, e o governador do Amazonas, Wilson Lima, assinaram, na manhã desta quarta-feira, 18/1, o termo de renovação do convênio que garante o Passe Livre Estudantil 2023. A gratuidade é um antigo sonho que saiu do papel e vai beneficiar mais de 170 mil alunos das redes municipal e estadual, resultando em um investimento de R$ 156 milhões.

“Esse ato é fundamental para o futuro da nossa cidade e do nosso Estado. Com o convênio que assinamos no ano passado, foi possível dar gratuidade para mais de 10 milhões e 100 mil passagens para alunos das redes municipal e estadual. Além disso, tivemos mais de 11 milhões de passagens de gratuidades. A prefeitura injetou no transporte coletivo, no ano passado, R$ 395 milhões. Com a ajuda do governo do Estado, nós pudemos diminuir um pouco os recursos aportados no cofre municipal. Daí a importância desse convênio. Tudo isso só foi possível graças a essa parceria com o governo”, enfatizou Almeida, durante evento realizado no Centro de Convenções Vasco Vasques, no bairro Flores, zona Centro-Sul.

A ação é mais um dos frutos da parceria firmada entre o governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus, que vem transformando a realidade da população manauara. Para o prefeito David Almeida, essa união prova que o maior beneficiado do trabalho em conjunto dos governantes é o povo.

“Nós fizemos esse convênio no ano passado e muitas pessoas tinham dúvidas sobre a continuidade, pois diziam que era um ato eleitoreiro. E hoje se confirma o que nós acordamos no aniversário de Manaus de 2021, quando dois homens públicos se unem, deixando egos e vaidade de lado, para ajudar a população de Manaus. Essa é a realidade. O governador Wilson Lima tem como uma de suas características principais, a bondade para estender as mãos para Manaus, de dizer sim para os alunos, para as gratuidades, para os investimentos na capital. Isso precisa ser destacado para que os nossos sucessores tenham o mesmo compromisso com a população”, afirmou o prefeito.

Contemplando mais de 170 mil alunos, o convênio tem contribuído para o avanço da Educação em Manaus. Desta vez, o Estado vai destinar R$ 120 milhões para subsidiar a gratuidade da passagem de ônibus, com contrapartida de R$ 36 milhões do município. De acordo com o governador Wilson Lima, além dessa oportunidade de acesso à Educação, o projeto vem auxiliando as famílias da capital, visto que muitas sofreram com a pandemia da Covid-19.

“Hoje estamos dando sequência a um sonho que conseguimos tirar do papel no ano passado, que é o Passe Livre Estudantil. Isso tem influência direta no orçamento das famílias. Por conta da pandemia, no ano passado, as famílias tinham que escolher se compravam a cesta básica ou se compravam a passagem de ônibus para o filho ir para a escola. E isso se repetiu por muitas vezes. Por isso que a gente trabalhou para que esses alunos não faltassem às aulas. Isso evita a questão da evasão escolar e nos possibilita de termos esses alunos na sala de aula”, destacou Lima.

Aluno da rede estadual de ensino, Rayan Silva, 17 anos, afirmou que o Passe Livre Estudantil veio em boa hora, visto que conhece pessoas que já deixaram de ir à aula por conta da falta de créditos na carteirinha de ônibus.

“O Passe Livre estudantil foi muito importante, porque já vi vários casos de amigos que não tinham condição de acessar a escola por causa do passe. Agora isso deixou de acontecer. Tem mais facilidade e isso é um estímulo para o aluno chegar à sua escola”, concluiu.

Como funciona

Assim como em 2022, o Passe Livre Estudantil fornecerá a cada aluno até 44 passagens mensais, não cumulativas, proporcionais ao número de dias letivos de presença exigida nas instituições de ensino. A escola frequentada pelo estudante deverá se localizar dentro do município de Manaus a mais de um quilômetro de onde o aluno reside.

Em caso da cota mensal ser integralmente utilizada, o estudante que necessitar do transporte coletivo pagará o valor correspondente à metade da tarifa pública básica, por meio de recarga eletrônica de seu cartão, limitada a 16 passagens adicionais mensais.

O diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Paulo Henrique Martins, informou que apenas os alunos novos devem realizar cadastro por meio do site (estudantes.manaus.am.gov.br) para receber o benefício.

“Quem já tem o cadastro não precisa se preocupar em fazer um novo cadastro. A escola vai se encarregar de atualizar as informações e o cadastro será renovado. Aqueles alunos novos, eles terão que fazer o cadastro por meio do site, para terem direito ao benefício”, finalizou.

Nenhum comentário