Aconteceu!

SUSPEITOS DE ATENTADO A BOMBA NO AEROPORTO DE BRASÍLIA VIRAM RÉUS

(Foto: Divulgação / PCDF)

Brasil – Três homens, identificados como George Washignton de Oliveira Sousa, 54 anos, Alan Diego dos Santos Rodrigues, 32, e Wellington Macedo de Souza, que participaram da tentativa de atentado com bomba perto do Aeroporto de Brasília, em 24 de dezembro, viraram réus na Justiça.

A denúncia foi aceita pelo juiz Osvaldo Tovani, da 8ª Vara Criminal de Brasília, na ação que visava provocar caos no país.

Na véspera do Natal, equipes da Polícia Militar (PMDF) e do Corpo de Bombeiros (CBMDF), com apoio da Polícia Federal (PF) e da Polícia Civil (PCDF), se mobilizaram em área próxima ao Aeroporto de Brasília para desarmar uma bomba com potencial de provocar sérios danos à região ou “uma tragédia”, como definiu o diretor-geral da Polícia Civil do DF, Robson Cândido, à época.

Os artefato explosivos estavam acoplados a um caminhão-tanque e só não foi acionado por um erro técnico, segundo as autoridades competentes. No mesmo dia, a polícia identificou e prendeu o suspeito de tentar explodir o artefatos.

Conforme as autoridades, o trio deve responder na justiça pelo crime de explosão, quando se expõe “a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem, mediante explosão, arremesso ou simples colocação de engenho de dinamite ou de substância de efeitos análogos”. A pena é de três a seis anos de reclusão, além de multa.



*PORTAL TUCUMà

Nenhum comentário