Aconteceu!

CEIA DE NATAL PARA POUCAS PESSOAS DEIXA JANTAR DE FAMÍLIAS MAIS BARATO

 

Ceia de Natal terá menos pessoas e um cardápio mais reduzido este ano


A insegurança provocada pelo medo da contaminação pelo novo coronavírus fez muitas famílias reduzirem o número de convidados para a ceia de Natal e, com isso, economizar na compra dos pratos que serão servidos no dia.

“Nós sabemos que se nos encontrarmos neste ano, corremos o risco de não vermos quem amamos no ano que vem. Afinal, podemos contaminar alguém sem saber que temos a covid-19.”

Josi, que mantém a página @melanciacomcaroco, no Instagram, sobre dicas de brincadeiras e atividades com criança, diz que a ceia será mais intimista este ano, sem abundância e que o carinho “será transmitido pelo olhar”.

“Temos motivo para agradecer a vida, nossa saúde, mas não é motivo de ceia farta e com abundância. Vamos comprar menos e cada um celebrará o Natal em sua casa.”

Outra que terá a ceia reduzida e, segundo ela, com “pouca sofisticação”, é a empresária Gisele Bonaroski. Ela, o namorado e os sogros passarão a noite de Natal juntos. No cardápio, arroz, salpicão, pernil e torta de atum.

“Com a pandemia, ficaremos somente nós quatro e não vamos gastar muito. Meu sogro e sogra vão trabalhar nos dias 24 e 25 e também não podem extrapolar na comilança.”

A professora de inglês Lilian Rodrigues também terá uma ceia de Natal mais reduzida, simples e econômica.

No cardápio, arroz, lentilha, salada verde e de batata, kibe vegetariano, lombo e chester para oito pessoas da família que vêm mantendo contado durante a pandemia.

“Eu e minha família estamos numa fase mais minimalista e isso se acentuou durante a pandemia. Teremos somente o necessário para celebrar o Natal e certamente isso refletirá nos custos.”

A jornalista Silvia Pimentel também terá uma ceia mais simples, com pernil, arroz com lentilha e salada de maionese com batata, e será celebrada apenas com a presença da mãe e da filha.

“Minha mãe adora reunir a família, mas, com a pandemia, ela ficou com medo de convidar mais gente.”

Na contramão das demais, Adriana David acredita que sua ceia ficará mais cara por ter de comprar toda a comida para quatro pessoas: ela, o marido, o filho e o sogro.

“Sempre fizemos uma ceia compartilhada. Cada um trazia um prato e acabava ficando mais em conta para todo mundo. Neste ano, compraremos tudo sozinhos.”

No menu de Adriana, terá: tender, filét mignon suíno, arroz com amêndoas, farofa, salada de folhas com os queijos camembert e gorgonzola, tomate e alguma fruta.

A sobremesa será panetone com sorvete e calda de chocolate ou chantilly.

*R7

Nenhum comentário