Aconteceu!

JOVENS ATRAVESSAM O RIO NEGRO PARA GRAVAR MÚSICA INSPIRADA NA BRAVURA DO POVO RIBEIRINHO

 


Para quem está na cidade, locomover-se de um lado a outro não tem nada de especial. Diferente de quem vive do outro lado do Rio.  Em se tratando de crianças e adolescentes a aventura é ainda maior. Alguns integrantes do PROJETO SEMEAR AMAZONAS, desenvolvido na Comunidade Ribeirinha Nossa Senhora de Fatima no Tarumã Mirim, tiveram uma experiência inesquecível, atravessaram o Rio Negro para gravarem a participação em uma música que fará parte de um vídeo clipe intitulado SOM DAS AGUAS. O material é de autoria do músico Davi Britto, cantor e produtor musical, contemplado pelo PRÊMIO MANAUS DE CONEXÕES CULTURAIS oriundo da Lei Aldir Blanc.

A decisão de inseri-los nesta música teve o objetivo de dar a esses meninos e meninas a oportunidade de estarem em um estúdio de gravação, participar de suas etapas, entender como funciona o processo de criação, uma forma de incentiva-los a acreditar que os sonhos podem se tornar realidade, disse Davi Britto.

Para Paulo Manuel que faz parte do projeto, estar no estúdio foi um sonho. “Nunca imaginei que era assim que preparava uma música. Com um sorriso largo no rosto disse: Pensei que era mais fácil, repete e repete e dá muito trabalho até ficar bom”, contou o adolescente.

Jonas Bechimol, disse aos risos, “Tô me sentindo uma artista!  é muito top participar dessa música”.

Após retornarem à comunidade, as crianças ainda tiveram outros desafios, participar da gravação em vídeo e da gravação Overdubbing,  uma técnica utilizada para adicionar a sonoridade captada ao ar livre à gravação feita em estúdio.

A Música SOM DAS AGUAS, ressalta a beleza da natureza e a bravura do povo ribeirinho.

O Video Clipe Oficial, será lançado no dia 30 de dezembro nas redes sociais.

“Tudo foi feito com muito carinho.  Quando se trata de crianças dá um pouco mais de trabalho, mas valeu muito a pena! A música ficou muito linda, muito bem produzida e a composição com as imagens completou a obra, vocês vão gostar”, disse a produtora Leliane Hernandes.

Nenhum comentário