Aconteceu!

PREFEITURA DE MANAUS INICIA 2ª EDIÇÃO DA COMPETIÇÃO DE IDEIAS ‘INOVATHON’

 

Foto: divulgação

Com a visão de solucionar problemas sociais na cidade, iniciou na noite dessa sexta-feira, 3/6, a 2ª edição da Competição de Ideias ‘Inovathon’, realizada pela Prefeitura de Manaus por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), executada pelo Instituto de Desenvolvimento, Turismo, Cultura, Esporte e Meio Ambiente (IDT-Cema), no Casarão da Inovação Cassina, Centro Histórico.

Com a duração de três dias, a competição é voltada a desenvolvedores, designers, estudantes, pesquisadores, profissionais de negócios, empreendedores, entre outras especialidades que tenham ideias inovadoras para criação de startups ou tecnologias que possam estimular mudanças com impactos positivos para a economia e a sociedade.

A iniciativa faz parte do projeto “Mais Inovação” e tem o formato de maratona, com foco na abertura de startups e na geração de novas ideias para solucionar problemas enfrentados na capital.

“O Casarão da Inovação Cassina está sediando pela segunda vez o ‘Inovathon’, e estamos utilizando nossos serviços públicos para entregar para Manaus uma qualidade exemplar nos serviços. São as ações da Semtepi chegando nas pessoas, nivelando a cidade em um outro plano. Convidamos a população a acompanhar e se inscrever todas as vezes que colocarmos à disposição serviços como esse”, afirmou o secretário da Semtepi, Radyr Júnior.

Ao todo, foram ofertadas 50 vagas gratuitas. Dessas, os candidatos selecionados formaram equipes de nove componentes para desenvolver as atividades com o objetivo de elaborar uma solução inovadora para a cidade de Manaus.

As participantes da 1ª edição do ‘Inovathon’ e do curso “Formação de Startups” Karen Couto e Márcia Conceição estiveram presentes no lançamento para compartilhar suas experiências com os novos participantes.

“O Inovathon trouxe a oportunidade de abrir a minha mente, de poder conhecer na prática o que é inovação e empreendedorismo, em um ambiente criativo, com mentoria de profissionais locais e de outros estados”, disse Karen.

“Decidi participar por curiosidade e tive a oportunidade de conhecer pessoas, fazer networking e aprender muito. Saí daqui com a visão de que devo continuar me aprimorando cada vez mais”, concluiu Márcia.


Nenhum comentário