Aconteceu!

HOMEM É PRESO AO SE PASSAR POR DELEGADO COM DOCUMENTOS FALSOS

(Foto: Garcia/Portal Tucumã)

Manaus-AM – “Ele é especialista em mentir”, disse o delegado Rodrigo Barreto, titular do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), durante coletiva de imprensa sobre a prisão de Alan da Costa Lima, de 42 anos, realizada nesta sexta-feira (20). O suspeito foi detido por de se passar por delegado para aplicar golpes na capital amazonense.

Conforme Rodrigo Barreto, Alan criava várias histórias fantasiosas. Ele alegava, inclusive, ser parente de desembargador e de deputado federal para poder enganar as pessoas e pegar dinheiro.

“Iniciamos a investigação há dois meses após várias vítimas denunciarem que ele usava esses falsos parentescos, prometendo ajudar pessoas que tivessem pendências em algum órgão, e pedia dinheiro em troca. Quando essas vítimas não conseguiam resolver as pendências, elas descobriam que tinham caído em um golpe”, esclareceu o delegado.

Barreto esclareceu, ainda, que Alan nunca utilizava a sua identidade verdadeira, ele sempre usava documentos falsos para enganar as vítimas. Quando preso, ainda tentou enganar a equipe de polícia. “No momento da prisão ele ainda se apresentou como policial civil, nos apresentou um funcional com uma identidade adulterada, e o prendemos em flagrante por uso de documento falso”, relatou o delegado.

Com o suspeito, a polícia conseguiu apreender um veículo no nome de um terceiro. “Ele diz ser dele, mas ele não consegue comprovar. Ele é investigado por extorsão, porte ilegal de arma de fogo e apropriação indébita por causa dos veículos que ele alugava e não devolvia”, contou Barreto.

Até a mulher não sabia que o homem era policial, a mentira só veio a tona, quando ele foi preso nesta sexta-feira (20). “Ele mente o tempo inteiro, ele cria histórias que ele mesmo acredita. Por isso é importante que outras vítimas que reconheçam ele procurem uma delegacia para registrar a
ocorrência”, finalizou o delegado.
Imagem: divulgação

Nenhum comentário